5º Fórum em Roda Rio Preto discutirá sobre as diversas formas de assédio

Autor: Lucas Di Giuseppe


Quando se fala em assédio, muitas vezes a imagem que vem à cabeça de alguém pode ser diferente do que a outra pessoa pensa. Isso acontece porque existem diversas formas de assédio, por exemplo, pode ser alguns comportamentos que incomodam, importunam, humilham ou perseguem uma pessoa ou grupo específico, tem vários níveis.


O assédio pode acontecer no trabalho, em casa, na rua ou até mesmo na escola. Os tipos existentes de assédio são moral, sexual, verbal, psicológico e virtual. São comportamentos e ações que envolvem contato físico, sem o consentimento da outra pessoa, ou quando se é exposto constantemente à humilhação, tem alguns com xingamentos, ridicularização, insultos, provocações ou ameaças contra uma pessoa.


Não podemos esquecer quando se utilizam da tecnologia para ofender, hostilizar ou importunar uma pessoa ou um grupo específico com ameaças, comentários sexuais ou pejorativos. Além disso, são caracterizados como assédio: divulgação de dados ou informações pessoais e a propagação de discursos de ódio.


Mas uma coisa é certa, a culpa nunca é da vítima! Insinuar que a culpa da violência sofrida pode ser da própria vítima faz com que muitas pessoas não busquem ajuda por medo de se sentirem culpadas. Além disso, tais afirmações diminuem a responsabilidade do agressor, como se ele fosse incapaz de controlar seu próprio comportamento.


Em todos os tipos de assédio o mais indicado é que a pessoa busque por ajuda e se informe sobre as medidas que podem ser tomadas. Em alguns casos, o correto é tratar judicialmente, em outras, o melhor a se fazer é buscar apoio emocional e psicológico.


Para saber mais quais são as formas de assédio, como se defender e onde denunciar, participe do 5º Fórum em Roda de Rio Preto com o tema: Vamos quebrar o silêncio! Assédio não!


Confirme sua presença no evento do Facebook: https://bit.ly/2GeItAz


Mediação > Joelma Caparroz

Psicóloga clínica, proprietária do Instituto da Vida, Professora, Palestrante, Perita em Avaliação Psicológica pela Universidade Tuiuti do Paraná, Coordenadora de Causa da Violência Contra Mulher do Grupo Mulheres do Brasil, núcleo São José do Rio Preto.

Joelma fará a abordagem de como podemos identificar o assédio e quando ele pode estar afetando alguém próximo a nós e como agir diante dessa informação e ou se formos a vítima.




Luciana Fontes


Advogada, Especialista em Direito Civil e Direito Processual Civil, Graduada em Letras Português/Francês, Mestranda em Literatura Brasileira.

Luciana abordará o respaldo jurídico para as pessoas que sofrem ou sofreram qualquer tipo de assédio.










Valquíria Faganelli Salmerón


Policial Militar a vinte e três anos e 2º Sargento,   Tecnóloga em Segurança Pública - Nível Supervisão I, Formada em Mediação Comunitária, Gestora em Justiça Restaurativa, Especialista em atendimento a Mulher em Condições de Violência, Participou da implantação do Eixo Social da Vara da Infância e Juventude, Ganhadora do Prêmio Rosa Fasanelli, pela Vara da Infância, Membro da Equipe ganhadora do Prêmio Mario Covas. Primeira secretaria do CONSEG Centro/Sul. Consteladora e mediadora Mediadora e conciliadora do TJ.

Faganelli abordará os tipos de assédio e suas consequências, como a geração da violência.



Contamos com sua presença!

Conecta Copersucar | Copersucar | Instituto Crescer

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon

Rua Cubatão, 929 cj 101 
CEP 04013-043 - Vila Mariana 
São Paulo - SP - Brasil

+55 11 4550-3910