Controle financeiro: a fórmula mágica para não ficar no vermelho

Autoras: Deise Lima e Edvânia Fernandes


Na crise que estamos é fundamental saber controlar nossos gastos. Se reeducar financeiramente e ter controle sobre as despesas mensais é um bom começo.


Segundo uma pesquisa realizada em todas as capitais pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) e pela Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas (CNDL), 45,8% dos entrevistados não realizam um controle sistemático do seu orçamento, sendo que 29,3% o fazem apenas "de cabeça", ou seja, de forma não confiável (SPC Brasil).

Como então se organizar de forma que salário e contas a pagar sejam compatíveis? O primeiro passo  é saber diferenciar vontade de necessidade, revisando hábitos de consumo e tendo em vista que "eu preciso" é mais importante que "eu quero".

Além disso, a disciplina econômica deve ser exercida por meio de pequenas atitudes diárias, entre elas: anotar todos os gastos, desde os mais simples e baratos até as grandes despesas; poupar certa porcentagem do salário mensalmente; definir um plano de gastos e ter noção das despesas fixas e variáveis.


As possibilidades são muitas, cabe então a cada um determinar prioridades e resistir ás pressões de consumo. Em alguns casos, cabe até a procura por um especialista financeiro. De todo modo, definir limites e prioridades é algo pessoal e portanto o melhor conselho é começar um controle de gastos o quanto antes!

Conecta Copersucar | Copersucar | Instituto Crescer

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon

Rua Cubatão, 929 cj 101 
CEP 04013-043 - Vila Mariana 
São Paulo - SP - Brasil

+55 11 4550-3910