Conecta Copersucar | Copersucar | Instituto Crescer

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon

Rua Cubatão, 929 cj 101 
CEP 04013-043 - Vila Mariana 
São Paulo - SP - Brasil

+55 11 4550-3910

Fórum em Roda em Rio Preto abordará: Assédio Moral e Violência contra mulher!



Quantas amigas você tem que já viveram um relacionamento abusivo? Quantas vezes você já foi assediada na rua, balada ou transporte público? Quantas mulheres você conhece que já sofreram agressão física ou psicológica? Infelizmente, casos como esses foram deixados de lado por muito tempo. Até que algumas vítimas decidiram quebrar o silêncio.

Chega de Fiu-Fiu”, #MeToo, #TimesUp, “#MeuPrimeiroAssédio”, #MeuAmigoSecreto,“Deixa ela trabalhar”, são campanhas que partiram de movimentos que colocaram o assédio sexual em pauta nas redes sociais. Como resultado, milhares de relatos vieram à tona para denunciar abusos que têm como pano de fundo o machismo.

Em uma pesquisa realizada pela Skol com o IBOPE, foi descoberto que, em pleno 2017,  machismo é o preconceito mais praticado no País – e está presente no cotidiano de 99% dos brasileiros. Mulher tem que se dar ao respeito"; "mulher no volante, perigo constante"; "ela não é mulher para casar". Quem nunca ouviu pelo menos uma destas frases ao longo da vida? Munidas de machismo, elas são três das declarações mais faladas pelos brasileiros (49%, 28% e 22%, respectivamente).


Hoje, elas debatem sobre o assunto em casa, no bar, no trabalho, e, principalmente, nas redes sociais para mostrar umas para outras - e para os homens também - que situações como essas não podem ser encaradas com naturalidade. De acordo com uma pesquisa do Datafolha, 500 mulheres são vítimas de agressão física a cada hora no Brasil. o que significa que a cada sete minutos, uma mulher sofre algum tipo de violência no País.


Nada disso é normal e precisa ser cada vez mais discutido,  então venha participar do 2° Fórum em Roda que abordará: Assédio Sexual e Violência contra mulher, até quando?


O evento será conduzido por:


1. Joelma Caparroz - Psicóloga clínica, proprietária do Instituto da Vida, Perita em Avaliação Psicológica pela Universidade Tuiuti do Paraná e Coordenadora de Causa da Violência Contra Mulher  do Grupo Mulheres do Brasil, núcleo São José do Rio Preto;












2. Luciana Fontes- Advogada da OAB/SJRP, Presidente da comissão da mulher advogada. Atua junto com sua sócia em escritório voltado para clientes mulheres. que atende todas as áreas do direito, civil, criminal etc;










3. Valquíria Faganelli Salmerón -  Policial Militar a vinte e dois anos, Especialista em atendimento a Mulher em Condições de Violência, Tecnóloga em Segurança Pública- Nível Supervisão I, Formada em Mediação Comunitária, Gestora em Justiça Restaurativa. Participou da implantação do Eixo Social da Vara da Infância e Juventude, Ganhadora do Prêmio Rosa Fasanelli, pela Vara da Infância e Membro da Equipe ganhadora do Prêmio Mario Covas.








Não deixe de participar! Confira as informações de data, horário e local: