Conecta Copersucar | Copersucar | Instituto Crescer

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon

Rua Cubatão, 929 cj 101 
CEP 04013-043 - Vila Mariana 
São Paulo - SP - Brasil

+55 11 4550-3910

“Geração nem-nem”: nem trabalha, nem estuda ou nem teve boas oportunidades?

Autora: Bárbara Szuparits Silva


Nos últimos anos, popularizou-se em todo o Brasil a expressão “geração nem-nem”, referindo-se aos quase 10 milhões de jovens (IBGE) que não prosseguiram com os estudos nem ingressaram no mercado de trabalho. Duras críticas foram feitas a essa geração e especialistas tentaram compreender esse fenômeno. No entanto, a maioria das pesquisas sobre o tema se dedicou a perceber seu impacto na economia, já que causa um estanque considerável no aumento de renda das famílias, mas poucas delas se dedicaram a compreender as causas deste fenômeno.


Será mesmo que 1 a cada 5 brasileiros de 18 a 25 anos não estuda nem trabalha por pura inércia? Para Holanda Filho, professor da FGV, em sua declaração ao jornal O Globo, trata-se de uma geração de pessoas que “desistiram de procurar trabalho, porque não têm quase nenhuma qualificação, e tampouco querem voltar a estudar, porque não se sentem atraídas pela escola” (2012).


Sabemos que a educação pública de base não prepara os jovens para boas vagas de emprego nem para o ingresso em boas universidades públicas. Assim, pode-se colocar a culpa tão somente nestes jovens, julgando-os como desinteressados sem ao menos oferecer-lhe oportunidades dignas de crescimento no âmbito educacional e profissional?


Projetos da iniciativa privada e do terceiro setor vêm se mostrando uma das esperanças de mudança deste cenário: a oferta da Copersucar e do Instituto Crescer de qualificação profissional na cidade de Paulínia, que visa a reintegrar os jovens nos estudos, trazendo especialização e aumentando suas oportunidades de colocação profissional, é a prova de que não estamos falando de uma geração que nem trabalha nem estuda porque quer, mas talvez porque faltem oportunidades como essa. Não se trata somente de uma “geração nem-nem”, mas de uma geração carente de boas chances de crescimento na vida.


E a nova turma do Projeto Conecta Copersucar vem esse ano, com todo o fôlego, nos mostrar que “sim-sim”, é possível mudar esse panorama na vida dos jovens!