Saúde Mental é o tema do 1º Fórum em Roda de Ribeirão!

Atualizado: 22 de Jul de 2019

Autor: Lucas Di Giuseppe


Segundo dados da Organização Mundial de Saúde, os transtornos mentais serão a principal causa de incapacitação no mundo em 2030. Estima-se 30% da população sofre, ou venha a sofrer, em algum momento da vida, problemas de saúde mental. A depressão é a doença mental mais frequente, sendo uma das causas que mais incapacita.


Ao longo da vida, todos nós podemos ser afetados por problemas de saúde mental, de maior ou menor gravidade. Algumas fases, como a entrada na escola, a adolescência, a menopausa e o envelhecimento, ou acontecimentos e dificuldades, tais como a perda de familiar próximo, o divórcio e o desemprego podem ser causa de perturbações da saúde mental. Fatores genéticos e traumáticos podem também estar na origem de doenças mentais graves.


Um estudo com escolas públicas de São Paulo e do Rio Grande do Sul, mostra que 80% dos estudantes com algum transtorno mental — como por exemplo ansiedade, fobias, déficit de atenção, hiperatividade ou esquizofrenia — não recebem tratamento médico nem psicológico. A tecnologia também pode ser um fator que afeta a saúde mental. Uma pesquisa apontou que o Instagram é a rede social mais perigosa para a saúde mental, desencadeando diversos problemas alarmantes como depressão e ansiedade. Diante da situação, o aplicativo passou a informar o contato do Centro de Valorização da Vida, além de dar dicas de saúde mental, sempre que o usuário digitar na aba "Pesquisar" as hashtags #ansiedade ou #depressão.


As pessoas afetadas por problemas de saúde mental são muitas vezes incompreendidas, estigmatizadas, excluídas ou marginalizadas, devido a falsos conceitos, que é importante esclarecer e desmistificar, como dizer que as doenças mentais são fruto da imaginação ou que não têm cura. O tratamento deverá ser sempre procurado, uma vez que a recuperação é mais eficaz quando tratado no estágio inicial. Mesmo nas doenças mais graves é possível controlar e reduzir os sintomas.


Para saber mais quais as causas, como manter uma boa saúde mental e como procurar tratamento, participe do 1º Fórum em Roda em Ribeirão Preto com o tema: Saúde mental: entender, superar e ajudar.


Confirme sua presença no evento do Facebook: https://bit.ly/2TURgv0


Mediação > Carlos Eduardo Cervilieri


Graduado em Psicologia pela Universidade Paulista, pós-graduação em gestão de negócios no Centro Universitário Barão de Mauá, pós-graduação em Novas Tecnologias para o Ensino da Matemática Universidade Federal Fluminense. Mestrando em Psicologia Universidade de São Paulo. Professor no Senac Ribeirão Preto, com experiência na área de psicologia, educação e empresas atuando principalmente com os temas: psicologia e saúde do trabalhador e atuação na psicologia clínica com orientação psicanalítica.


Márcia de Paula Oliveira


Graduada em Psicologia pela Universidade Federal de Uberlândia.  Pós-graduada em Psicopedagogia pelo Centro Universitário Claretiano de Batatais. Pós-graduada em Neuropsicopedagogia, Educação Especial e Atendimento Educacional Especializado pela Faculdade Campos Elíseos. Palestrante e conferencista. Atua na Secretaria Municipal de Educação de Serrana, no atendimento psicopedagógico das escolas de ensino fundamental, desde o ano 2000. Ministra cursos de formação para monitoras de creche, professores e administrativo das escolas municipais. Coordena Atendimento Educacional Especializado.






Contamos com sua presença!

Conecta Copersucar | Copersucar | Instituto Crescer

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon

Rua Cubatão, 929 cj 101 
CEP 04013-043 - Vila Mariana 
São Paulo - SP - Brasil

+55 11 4550-3910